sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

PONTO CRUZ ( girassol )


História do Bordado Ponto Cruz
   O ponto cruz vem de épocas muito antigas...
   Começou na Idade Média, espalhou-se na Europa e Estados Unidos, principalmente na Inglaterra, onde foram encontrados os primeiros trabalhos, em meados de 1800.
   Naquele tempo, o ponto cruz era para as mulheres a única escola que lhes permitiu aprender junto a técnica dessa delicada arte: Letras do alfabeto, borboletas, flores, casas, bordas floridas e as famosas amostras (samplers-na língua Inglesa).
   Nos motivos, apareciam a assinatura de quem realizava o trabalho, a data e as vezes a idade da bordadeira.
   Em uma coleção do século XIX, um sampler (amostra) de uma jovem garota chamada Elizabeth Jacobs de Long-Stowe (Inglaterra) criou trabalhos e recortes de tecido e com isso aprendeu vários tipos de pontos.   
  Desde a Idade Média até os dias atuais o prestígio do ponto cruz nunca diminuiu. Os motivos ganharam nova inspiração e vitalidade, levando os trabalhos às possibilidades de enriquecer a decoração, dar ares a criatividade e também valorizar a habilidade manual.
   A técnica para fazer o ponto cruz é simples e proporciona uma atividade relaxante, que não sobrecarrega a mente. Enquanto trabalhamos com o ponto cruz podemos ouvir música, conversar etc.  É possível interromper um trabalho e retorná-lo após meses, com o mesmo prazer de antes.




Um comentário: